Últimas Notícias

10
mai

SEBRAE e UNIFIPA iniciam hoje Jornada Empreendedora com mais de 1.200 inscritos

O “Descomplica’ visa a capacitação, direcionamento e facilidade de créditos para alunos, egressos e pós-graduados que queiram empreender.   A UNIFIPA Catanduva, em parceria com o SEBRAE - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, inicia hoje (10) e até 14 de maio, o curso online gratuito ‘DESCOMPLIQUE - primeiros passos para o empreendedorismo’, uma trilha de capacitação em planejamento, gestão empresarial, marketing e finanças. As aulas serão compostas por cinco encontros, com duração de duas horas, ministrados por facilitador do SEBRAE/Rio Preto.  Encerradas as inscrições em 30 de abril, a Jornada terá mais de 1.200 participantes entre alunos, egressos e pós-graduados da UNIFIPA. “Este curso é direcionado especialmente para quem quer empreender ou melhorar seu negócio, mas não sabe como e nem por onde começar. Para isso, o SEBRAE e a UNIFIPA ajudarão a descomplicar essa jornada empreendedora”, explica a vice-reitora e diretora de Educação Cristiane Procópio de Oliveira.   Haverá turmas e horários especiais para curso de Medicina. Informações pelo 0800 772 5393.
07
mai

UNIFIPA oferece serviços de apoio psicológico de forma remota a estudantes

O Núcleo de Apoio Psicopedagógico – NAP continua com os atendimentos de apoio e suporte psicológico aos alunos da UNIFIPA, com foco no enfrentamento das dificuldades acadêmicas.  Desde o início da suspensão das atividades presenciais todos os serviços foram adaptados para continuar de forma online, com chamadas de vídeo. Para ser atendido desta forma, o estudante precisa solicitar agendamento através do e-mail nap.psicopedagogico@unifipa.com.br. “O atendimento psicológico é breve e focal, voltado a acolher e orientar questões emocionais no momento em que há necessidade de auxílio, através de espaço de expressão e de escuta. Esse atendimento é individual e de procura espontânea pelo aluno e tem o objetivo de auxiliar na superação de dificuldades emocionais, evitando que uma dificuldade circunstancial se transforme em algo crônico, através da escuta, de esclarecimentos e de orientações”, explica a psicóloga e Profa. Ma. Adriana Tonon, responsável pelo NAP.
27
abr

UNIFIPA Catanduva recebe nota 4 do MEC e se destaca na região entre as melhores IES privadas

A UNIFIPA possui nove cursos de graduação que figuram entre os mais procurados pelas empresas na região,quando o assunto é qualificação profissional.     O Centro Universitário Padre Albino/UNIFIPA Catanduva obteve nota 4 (índice de 1 a 5) no conceito geral, segundo avaliação do Ministério da Educação (MEC), divulgada no último dia 23 de abril, através do Índice Geral de Cursos (IGC), indicador que avalia a qualidade das instituições de ensino superior brasileiro. Os dados referem-se ao ano de 2019 e foram avaliadas 2.070 instituições. Na região, a UNIFIPA manteve a nota do ano anterior (2018), ficando atrás apenas da UNESP e FAMERP, ambas de São José do Rio Preto, com conceito máximo. Só no Estado de São Paulo foram avaliadas 509 Instituições de Ensino Superior; destas, 16 instituições ficaram com conceito 5, a grande maioria universidades públicas. Outras 84 faculdades receberam nota 4. O reitor Dr. Nelson Jimenes comemora a posição alcançada. “Mais uma vez a UNIFIPA desponta como uma das mais conceituadas Instituições de Ensino Superior (IES) do país. O Índice Geral de Cursos divulgado pelo MEC, considerado o mais importante e completo indicador, confirma o que vimos nos anos anteriores: a UNIFIPA no topo da lista brasileira das IES”, disse ele. Dr. Jimenes ressalta que “o IGC avalia a qualidade institucional e este é o bem maior e mais precioso das faculdades mantidas pela Fundação Padre Albino; por isso os cursos da UNIFIPA são procurados e escolhidos por toda a nossa região”. Por fim, ele agradece. “Podemos dizer, com muito orgulho, que a nota 4 representa o esforço de toda uma comunidade; temos que comemorar bastante apesar de tudo o que nos foi exigido pela pandemia. Trata-se da coroação do trabalho árduo de todos, desde a Mantenedora, passando pela diretoria, coordenação, docentes, discentes, auxiliares de ensino. No Brasil, 21,64% das instituições tiveram conceito 4, 63,77% ficaram com conceito 3, 12,08% obtiveram conceito 2 e 0,29% conceito 1. Para o IGC, as notas são distribuídas em conceitos de 0 a 5, sendo que quão mais próximo de 5 maior a nota da faculdade. Esse é considerado o indicador mais completo para avaliar a qualidade das instituições de ensino. Também conhecido como "Nota MEC", esse índice leva em consideração três fatores distintos; são eles: média dos três últimos Conceitos Preliminares de Curso (nota que avalia a qualidade dos cursos); média das avaliações dos programas de pós-graduação stricto sensu da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior e distribuição dos alunos entre graduação ou pós-graduação. A UNIFIPA possui nove cursos de graduação que figuram entre os mais procurados pelas empresas na região, quando o assunto é qualificação profissional. Atualmente está com inscrições abertas para cursos de Pós-Graduação Lato Sensu nas áreas de Saúde, Educação e Administração, com aulas presenciais e EaD. Informações podem ser obtidas pelo 0800 772 5393 ou unifipa.com.br  
22
abr

‘INNOVATION DAY’ UNIFIPA CATANDUVA REÚNE GRANDES NOMES DA EDUCAÇÃO

Integrante do Planejamento Estratégico da instituição, evento teve como foco a motivação dos coordenadores dos cursos de graduação.  Transformar o estudante de mero expectador do aprendizado para construtor do conhecimento e entender como ele pode aprender melhor e aplicar esses conhecimentos é ótima forma de inovar na educação. Com esse pensamento, o Centro Universitário Padre Albino/UNIFIPA realizou a primeira edição do Innovation Day, com a participação de grandes empreendedores da Educação no Brasil, para tratar sobre os desafios e as oportunidades de transformar o aprendizado num ambiente em que o aluno seja o protagonista da própria evolução. O evento aconteceu no último dia 19 de abril, online, voltado para os coordenadores dos cursos de graduação, além de colaboradores ligados à área acadêmica.  O Innovation Day teve início às 19h, com apresentação do consultor e escritor Marcos Scaldelai, e participação dos convidados Chaim Zaher, CEO do Grupo SEB/Sistema Educacional Brasileiro e principal acionista da Estácio; Antonio Carbonari Netto, fundador da Anhanguera Educacional e presidente da Must University; Prof. Dr. César Akira Yokomizo, da FIA/Fundação Instituto de Administração, e de Ricardo Welikson, sócio da EXEC, uma das principais empresas de hunters do país. O reitor da UNIFIPA, Dr. Nelson Jimenes, agradeceu a presença de exponenciais nomes e disse “estar aberto para conhecer e aprender com essa oportunidade ímpar em trazer ótimas possibilidades de renovação”.  Iniciando o ciclo de debates, com o tema “Os desafios da Educação”, Chaim Zaher defendeu escolas e instituições que aplicam as Metodologias Ativas, ou seja, o professor deixa de ser o único detentor do conhecimento e passa a ser facilitador, um tipo de guia. “O professor precisa querer mudar para receber o aluno contemporâneo; ele quer participar”, disse. Na visão de Carbonari, o profissional da educação precisa se destacar naquilo que faz e ser o mentor, aquele que cuida. “Ele tem que ter ‘ibope’ perante os demais para conseguir chamar a atenção e umas das maneiras é a habilidade em fazer uso das novas tecnologias e a atitude de provocar o aluno a fazer sozinho aquilo que ele julga não conseguir”.  Com o tema ‘Atitudes Empreendedoras’, o Prof. Dr. César Akira explicou que toda mudança, ainda mais nesses tempos, gera sacrifícios. O professor tem que acompanhar as mudanças, gerar propostas para detectar o protagonismo do aluno. Brincando com o trocadilho, ele explica que “o profissional tem que tomar o CHA da mudança, que é Conhecimento, Habilidade e Atitude para poder estimular o aluno a fazer e não replicar coisas; ele tem de ser o protagonista”.  Fechando o ciclo, falando sobre as “Profissões do futuro”, o empreendedor Ricardo Welikson apontou que um bom educador ou gestor precisa estar atento às últimas novidades na área da educação, aos novos estudos científicos sobre o assunto e assim por diante. “É parte do professor fazer que o aluno se destaque na profissão que escolheu. Para isso, deve propor e investir em novas tecnologias para a grade curricular. Não existe uma receita para o profissional do futuro; existe competência”.  Participante do evento, a coordenadora de marketing da Fundação Padre Albino, Maria Cândida Vitral, aponta que a criação de soluções inusitadas e revolucionárias na estratégia de comunicação, o chamado ‘design thinking’, poderá trazer benefícios tanto para a instituição quanto para o aluno dentro da sala de aula; assim, o aluno pode desenvolver habilidades, como proatividade, essencial para todos os campos da vida, principalmente para o mercado de trabalho.  Encerrando a noite histórica para a UNIFIPA, a diretora de Educação e vice-reitora, Cristiane Procópio de Oliveira, dirigindo-se aos coordenadores e docentes, disse que “o momento é de quebrar paradigmas e ir além do seu tempo, pois o ideal não é pensar apenas fora da caixa, mas jogar a caixa fora”.  O Innovation Day faz parte de um ciclo de quatro encontros de imersão total de aprendizagem e aplicação do Plano Estratégico de aprendizagem e inovação. Agora, nos próximos encontros, mediados pelo consultor Marcos Scaldelai, os próprios coordenadores e todos os envolvidos terão a oportunidade de apresentarem propostas para inovar na educação e conquistar resultados melhores para os seus alunos e, consequentemente, para a UNIFIPA.

bcurso administracao


R. do Seminário, 281 - São Francisco
Cep: 15806-310 - Catanduva / SP
(17) 3311-4800

CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ALBINO - UNIFIPA